null
História do chocolate: a origem do doce amado pelos brasileiros

História do chocolate: a origem do doce amado pelos brasileiros

Por Mais de Dois Milhões de anos, o de chocolate foi considerado sagrado POR Sociedades antigaz fazer México e de Outros Países da América Central. Os povos originários dessas regiões descobriram que as sementes de cacau podem ser amassadas e transformadas em uma bebida, chamada de tchocolatl.

Quando os europeus chegaram e a experimentaram, não gostaram do líquido ea achou amarga, gordurosa e picante, já que o chocolate daquele tempo era muito diferente do que temos hoje, considerando que não levava açúcar e sim pimenta, além de outros temperos fortes.

Por outro lado, os astecas, uma civilização que habitava o México desde o século XIV, consideravam o alimento um presente divino. Segundo suas crenças, o cacau era um presente da divindade chamada Quetzalcoatl, que era detentor da sabedoria e do conhecimento.

Quer saber mais sobre a história desse fruto que faz sucesso por tantos anos no mundo todo? Continue lendo esse artigo e entenda!

Como tudo começou?

No século XVIII, muito tempo depois da história sobre as civilizações asteca e maia, a árvore de cacau foi batizada de Theobroma cacao, que, em grego, significa alimento divino. Foi então que conhecemos o nome deste fruto que dá origem ao chocolate.

Não há informações concretas sobre quem inventou o chocolate. Porém, sabe-se que muito antes da civilização asteca, uma sociedade Maia, no Período Clássico (250-900 dC) já tinha conhecimento dele. Seu império correspondia ao que hoje é a Guatemala, ao leste de Honduras, Belize e sul do México.

Os Maias eram um povo extremamente desenvolvido, que tinha como atividade econômica básica e científica especializada muito avançada de irrigação. Dessa forma, eles plantavam o cacau, torravam suas sementes e transformavam tudo em uma massa, misturada à água, pimenta, cereais e alguns outros ingredientes.

A consequência desta mistura era uma bebida fria e espumante, que era consumida principalmente entre a realeza, mas também tomada pelas pessoas de outras classes sociais em algumas ocasiões.

As sementes de cacau, por serem consideradas muito valiosas devido a sua importância religiosa e social, passaram a ser usadas como uma moeda de troca, semelhante ao dinheiro. Podia-se comprar um animal de pequeno porte, como o coelho, por apenas algumas sementinhas desse fruto.

Quando avançou e conquistou como terras de boa parte da América Central, por volta do ano de 1400, era comum que o Império Asteca exigisse da população e povos dominados que pagassem os impostos com sementes de cacau.

LEIA TAMBÉM : 7 sobremesas brasileiras para lembrar do país

Como o chocolate chegou até os colonizadores?

Em 1519, um navegador espanhol chamado Hernán Cortez chegou à América. Surpreso, encenação que o imperador dos astecas, Montezuma, o liga cordialmente. Isso ocorreu porque aquele era justamente o ano, segundo o calendário asteca, o deus Quetzacoatl voltaria.

Pense só na confusão que deu: Montezuma imaginou que Cortez fosse a reencarnação de Quetzalcoatl. Tudo isso porque o imperador era apaixonado por tchocolatl e, de acordo com essa história, ele bebia até 50 garrafas desta bebida por dia.

Tendo isso em mente, Montezuma, sem pensar duas vezes, presenteou o Cortez com taças de tchocoatl e uma muda da plantação de cacau. No entanto, o explorador espanhol, diferente do Quetzalcoatl, não gostou muito da bebida, mas identificou grande potencial nas, percebendo que o cacau valeria muito ouro.

Enquanto o ouro era super valorizado pelos exploradores, esse metal era pouco reconhecido pelos astecas, afinal, eles zelavam pela troca do cacau em outro item. Por isso, não tão satisfeito com a lucratividade, após um ano e meio, resolveu trair à comunidade asteca.

Com epidemia de varíola, doença que foi levada junto às suas tropas das américas, eliminou os exércitos astecas, assassinando o Montezuma e seu sucessor. Feito isso, voltou para a Europa com as suas tropas, em 1528, levando as sementes de cacau e como apresentado ao rei Carlos V, da Espanha.

Mais uma vez, pensando nas vantagens comerciais que a bebida extraída do cacau poderia trazer, decidiram expandir as plantações dessa semente por todas as ilhas tropicais conquistadas no país (Espanha), como Trinidad e Haiti (na América Central), e ilha de Fernando Pó (localizada atualmente em Bioko), na África.

Com isso, atualmente, mais da metade da produção mundial de cacau vem de inúmeros países africanos, tendo em vista que no passado foram apresentados para o cultivo. Abaixo, saiba onde encontrar o chocolate de várias marcas brasileiras nos Estados Unidos.

Onde comprar chocolate nos EUA?

A RememBR Brazil At Your Door é a sua loja brasileira que faltava na sua vida nos Estados Unidos. Contamos com uma ampla variedade de marcas de chocolate ao leite para você matar a sua vontade desse doce tão querido por todos os brasileiros. Abaixo, confira algumas marcas de barra de chocolate que vendemos em nosso site :

CHOCOLATE CORES GAROTO 90G

Compre aqui

CHOCOLATE NEGRESCO GAROTO 90G

Compre aqui

CHOCOLATE MOCA 38GR

Compre aqui

CHOCOLATE PRESTIGIO 6 UNIDADES TOTAL 114GR

Compre aqui

CHOCOLATE OVOMALTINE HERSHEY'S 87G

Compre aqui

Sep 16th 2021

Recent Posts